sexta-feira, 4 de dezembro de 2009

Red and Blue



Ainda que eu percorra ruas ao longe
e nelas eu renove meu Olhar,
sublimo as luzes que visitam
e espalham cores na Ilha...

Elas chegam diferentes
em cada estação
- a quem pertencem?


Photos: Ilha de Santa Catarina (Brasil)
(click image to enlarge)

13 comentários:

Laura Rivera disse...

Buenísimos colores y texturas en estas últimas fotos!
Un saludo

. disse...

Lindíssimas imagens!

Anônimo disse...

Você sempre teve um olhar de extrema beleza e sensibilidade ,através do teu olhar um rio ficou azul.
Houve teu coração ,que seja mais alto que a mais alta árvore e profundo que o mais profundo mar azul.
Então você saberá.

Anônimo disse...

Reafirmando o meu comentário usa o teu olhar diferenciado também.

manuel nieto disse...

bello color, un saludo

alterdom disse...

Olá Sérgio,

Eu tento fazer essas belas imagens de corda
mas vocês são sempre mais bonita!

Adelino Marques disse...

Meu caro amigo Sérgio, estas são belíssimas...
é claro que também as outras!!!!!!!!!!!!!!!!!
É um prazer ver o seu trabalho.

Abraço fraterno
Adelino

Llum Sánchez P. disse...

Exquisito colorido y composición. No me importaría tenerlas colgadas en el salón de mi casa.

Sergio LdS disse...

Llum, envieu la vostra adreça postal a "sergiols@netlan.net" .. Vaig a proporcionar còpies de les fotos i enviar-les com un regal. Dono permís per utilitzar les imatges en el seu bloc. Demano disculpes per tots els errors. Em comprometo a aprendre català en un futur pròxim i deixar d'utilitzar un traductor (!). Salutacions.

Sergio LdS disse...

Laura Rivera y Manuel Nieto, gracias por sus visitas y comentarios.
Saludos.

Sergio LdS disse...

Amigo Adelino, você é sempre bem-vindo ao blog. Seus comentário transformam-se em incentivos múltiplos.
Grande abraço.

Sergio LdS disse...

Alterdom, merci pour vos visites sur mon blog. Vos commentaires sont précieux!

Sergio LdS disse...

Anônimo, seus comentários são extremamente gentis e elogiosos. "Olhar" o mundo requer de todos nós capacidades diversas. A fotografia, para mim, é um artíficio; uma forma de decifrar o Mundo que experimento. Um poema de Eugenio Montale, Vivere, inicia dessa forma:
"É o tema que me deram
quando fiz o exame
de admissão para a vida"
...
Talvez, um pouco exagerado, eu possa substituir o Vivere (Viver) por Olhar...
Abraço.